MC-Bauchemie

Fissuras: um tema relevante para obras e pessoas

Sep 20, 2016

Por Gleyson Marzolla, Gerente de Produto da MC.

 

Quem nunca se deparou com fissuras na estrutura? Elas sempre acabam sendo motivo de preocupação, pois além da parte estética, podem ocasionar vazamentos e infiltrações, comprometer a durabilidade pretendida e até mesmo pôr em cheque a segurança e utilização da estrutura. É uma patologia que traz desgate à edificação e também a quem passa por esse inconveniente.

 

Pensar neste tema, inevitavelmente, me remete aos tempos de graduação. Enquanto eu fazia as aulas da disciplina de concreto, tinha em mente que as fissuras surgiam somente como um alívio às sobrecargas de tração, compressão, flexão, torção e cisalhamento. Mas, em meados de 2004, quando assisti à palestra de um especialista no assunto, pude conhecer um pouco mais do “universo” das fissuras nas edificações.

“Para compreender a complexidade da análise e a identificação da causa de uma fissura, deve-se avaliar se ela é ativa (oscilante ou crescente) ou passiva.”

Gleyson Marzola, Gerente de Produto da MC

Entendi que para compreender a complexidade da análise e a identificação da causa de uma fissura, deve-se avaliar se ela é ativa (oscilante ou crescente) ou passiva. Também é necessário analisar a sua forma, posição, direção e o tipo da estrutura (alvenaria, concreto armado, concreto protendido), pois além das ocasionadas por sobrecargas, destacam-se entre as mais recorrentes as fissuras promovidas por recalque diferencial, por oxidação da armadura e as fissuras de retração (plástica, secagem ou hidráulica, retração química, autógena e térmica).
Assim, existem fissuras admissíveis, ou seja, aquelas que são aceitas ou previstas no projeto, determinadas em função do tipo de estrutura e classe de agressividade ambiental, como descreve a norma de Projetos de Estruturas de Concreto (NBR 6118:2014). Entretanto, é imprescindível uma análise criteriosa de um especialista no assunto para verificar o porquê da manifestação patológica, pois as características de uma fissura podem parecer semelhantes, porém suas causas podem ser muito diferentes, exigindo rápida intervenção.

 

Para o tratamento das fissuras existem várias soluções no mercado, tais como: sistemas de injeção de resinas estruturais de base epóxi e poliuretano, que permitem a reconstituição do monolitismo da peça; sistemas com resinas flexíveis, como gel de poliuretano, espuma hidroativada e gel acrílico, para impermeabilização e selamento de estruturas flexíveis; sistemas cimenticios rígidos e flexíveis; selantes à base de poliuretano e à base de polímero, entre outros.

 

Vale lembrar que o produto está para o dano assim como o remédio está para a doença, e em ambos os casos o diagnóstico preciso da causa é determinante para definirmos a solução e o consequente sucesso do tratamento.

 

abs 123 abs 123 abs 123 abs 123 abs 123 abs 123 abs 123