PCH Faxinal II - MT

Aripuanã - MT - Brasil


Atualmente as Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCHs), usinas de geração de energia elétrica com capacidade instalada entre 5MW e 30 MW, representam 4% da matriz elétrica brasileira.
Apesar da pequena participação, as PCH´s vem ganhando mais espaço no futuro de nosso setor elétrico, em especial por seus aspectos socioambientais (menor área alagada, sendo algumas até fio d'agua) e a disponibilidade de rios que comportem grandes usinas.

PCH Faxinal II - MT

© MC-Bauchemie 2021


Dentre as mais de 400 PCH´s e 700 CGH´s em operação no Brasil, destacamos o Complexo Faxinal, localizado em Aripuanã – Mato Grosso, na bacia do rio Madeira, e este é mais um importante projeto do segmento de energia que contou com soluções e suporte da MC.

Composto pelas CGH´s Faxinal I e III, e pela PCH Faxinal II, a MC foi selecionada para auxiliar no estudo de recuperação do canal de adução do Complexo Faxinal, que apresentava grande desgaste superficial, já com agregados expostos e juntas de dilatação que necessitavam de tratamento.

Construído em concreto e, sujeito a constante desgaste provocado pela ação da água ao longo de 10 anos, foram necessárias diversas discussões para compreensão dos requisitos técnicos do projeto, levando em consideração as dificuldades inerentes ao processo de execução, destacando a condição do substrato, o clima e o prazo.

Com uma área a ser recuperada de aproximadamente 6.700,0 m², foi um grande desafio conciliar um processo executivo que viabilizasse a execução de toda a preparação da superfície, da recuperação e liberação para retorno à geração em um prazo de 70 dias.

Com a expertise da equipe técnica da MC, única empresa de químicos para construção que conta com um time exclusivo para atendimento aos empreendimentos de geração de energia, com o know-how da Montante Engenharia, parceiro executor neste projeto, a indicação foi a utilização de um sistema de reparo composto por uma ponte de aderência epóxi, um revestimento cimentício e um sistema complementar de cura química.

Foram utilizados os produtos MC-DUR 1365 HBF nas paredes, primer especial com alto poder de aderência em substratos contaminados e superfícies úmidas nas regiões com agregados expostos e Nafufill KMH ponte de aderência mineral no piso. Como recuperação superficial foi adotado a argamassa polimérica Nafufill KM 250, já utilizada em diversas obras de reparo em superfícies hidráulicas de hidrelétricas. Complementando o sistema, foram adotados 2 produtos para cura química, Emcoril Traffic – agente de cura química de alto fator de eficiência e MC-DUR 1177 WV-A.

Com capacidade instalada de 35,8 MW, o Complexo Faxinal está operando totalmente, e com a contribuição da MC as estruturas estarão prontas para gerar energia por muitos anos.

abs 123 abs 123 abs 123 abs 123 abs 123 abs 123 abs 123