MC-Bauchemie

Veja como a impermeabilização das garagens e subsolo é parte essencial do seu projeto

Sep 09, 2019

Como evitar infiltrações em subsolos e garagens?

Independente do projeto, realizar a impermeabilização correta das garagens e do subsolo do seu edifício é uma etapa muito importante e merece atenção. Afinal, infiltrações nessas áreas podem gerar custos extras de manutenção, enfraquecer a estrutura, danificar a pintura dos carros e deixar a garagem feia, desvalorizando o imóvel.

Os subsolos, quando apresentam problemas de umidade e infiltração, trazem um grande incômodo aos moradores, desvalorizam o nome das construtoras e podem destruir, em pouco tempo, o benefício estético dos pisos epóxis.

 

A garagem também é seu “cartão de visitas”, já que as pessoas entram no prédio por ela - o que reforça a importância de investir e utilizar os produtos de forma inteligente.

As infiltrações têm altos custos de manutenção, e além de diminuir a durabilidade das estruturas de concreto e o reduzem drasticamente o valor do imóvel. Assim, esses cuidados estão diretamente relacionados ao sucesso e segurança do seu projeto, garantindo maior durabilidade à estrutura.

 

Diversos sistemas de impermeabilização podem ser adotados em garagens. E, para facilitar, vamos dividir em garagens enterradas (subsolos) e garagens elevadas (sobre solos):

Garagens enterradas

Apesar de apresentar uma menor movimentação por estar envolta por aterro, essa área sofre muito com a pressão de água que vem do solo e tenta atravessar a estrutura até chegar ao interior da garagem. Por esse motivo, são indicados produtos eficientes e que resistam à pressão de água. O erro mais comum no processo de impermeabilização de um subsolo enterrado é o não tratamento de pontos críticos como juntas de concretagem, juntas frias e inserts.

 

Neles, a partir do momento em que o lençol freático entra em ação (quando o rebaixamento de lençol freático é desligado, por exemplo) a água encontra caminhos para percolar para dentro da garagem. Também é fundamental que as etapas executivas da estrutura do subsolo sejam muito bem executadas para evitar a formação de fissuras e pontos de segregação do concreto, que também permitem a percolação da água sob pressão.


Produtos recomendados

  • Xypex Admix C-500 NF - Aditivo cristalizante de aplicação simples que fica integrado ao concreto de maneira permanente, resistindo às pressões positivas e negativas. Em contato com água, o aditivo e alguns agentes presentes no concreto reagem entre si, formando cristais dentro dos poros do concreto e bloqueando a passagem de água por eles.
  • Linha MC-Manta - Mantas asfálticas de liberação imediata e grande disponibilidade de mão de obra no Brasil. Para garagens enterradas com pressão negativa, a manta deverá ser aplicada pelo lado de fora da estrutura.
  • MC-Proof 100 - A argamassa polimérica rígida é um sistema mais barato e indicado apenas para estruturas enterradas, sem movimentação, ou para pequenas pressões de água. Pode ser utilizada como solução paliativa em subsolos com problemas crônicos de umidade.
  • MC-Fast Block - Argamassa de pega ultra rápida indicada para tamponamentos pontuais de fluxos d’água.
  • Linha MC-Injekt - Sistema de injeção de resinas para o selamento de fissuras no concreto e impermeabilização por área.

Garagens elevadas

Para garagens elevadas, onde não há pressão de água proveniente do solo mas há movimentação estrutural, é recomendado a adoção de sistemas flexíveis para impermeabilização. As mantas asfálticas da linha MC-Manta e as mantas de PVC da linha MC-Plan são excelentes alternativas para garagens com proteção mecânica. A principal vantagem da MC-Plan é sua longa durabilidade.

 

Em garagens em que não há cota suficiente para impermeabilização com proteção mecânica, um sistema que está crescendo no Brasil é o de poliuretano trafegável, da Linha MC-Traffic. Ele composto por camadas de poliuretano que garantem impermeabilização e resistência ao tráfego de veículos. Atualmente, as obras de alto padrão, além de darem prioridade ao sistema de impermeabilização, também se preocupam com o acabamento final dos pisos das garagens e por isso os revestimentos epóxis têm ganhado cada vez mais espaço no mercado.

 

As construtoras têm utilizado esse sistema por questões de estética, durabilidade do piso de concreto e diminuição do gasto com a iluminação, pois a pintura epóxi é mais clara que a cor do concreto e deixa o ambiente mais luminoso devido ao seu reflexo.

Utilize os materiais corretos e evite manutenções não planejadas

Muitas vezes, para obras e situações complexas de alta pressão de água, nem mesmo um projeto de impermeabilização é contratado. E, na maioria dos casos, só é feita a impermeabilização após o aparecimento das infiltrações. Neste caso, serão altos os custos de recuperação e tratamento dos problemas.

 

Todo sistema requer manutenção. A periodicidade vai depender muito do sistema adotado e das condições de pressão de água e de tráfego ao qual ele está exposto. A manutenção pode ser desde uma reaplicação de uma demão da solução utilizada após alguns anos a uma substituição completa do sistema.

 

As informações de manutenção para cada sistema deverá constar no projeto de impermeabilização do local, no qual o projetista, baseado nas informações fornecidas pelos fabricantes e na composição do sistema de garagens, deve fazer a análise do plano de manutenção adequado.


A MC também oferece todo o suporte técnico para que a sua construtora encontre a melhor solução. Entre contato conosco e saiba mais.

abs 123 abs 123 abs 123 abs 123 abs 123 abs 123 abs 123