MC-Bauchemie

Entenda por que a impermeabilização de áreas frias deve ser feita

Oct 01, 2019

Cozinhas, banheiros, lavanderias e sacadas possuem dois em comum: o contato frequente com a água e uma quantidade alta de detalhes. Dessa maneira, para estes locais, há a necessidade de um cuidados especiais na elaboração do projeto e na execução da impermeabilização de áreas frias.

 

O contato com a água, citado acima, surge por meio da limpeza destes ambientes internos ou pela ação de chuveiros, torneiras e outros elementos hidráulicos e podem se tornar o principal responsável pelo surgimento de bolores e manchas

 

Assim, é altamente recomendado que esses locais passem por um processo de impermeabilização cuidadoso e detalhado antes de procedimentos voltados à estética, como a pintura ou a aplicação de azulejos e outros revestimentos. 

Quais problemas podem surgir pela falta da impermeabilização de áreas frias?

 

Como citamos acima, bolores e manchas são exemplos de problemas gerados pela falta de impermeabilização de áreas frias. Entretanto, não são os únicos. 

 

Devido à umidade frequente, trincas, destacamentos, deslocamentos cerâmicos e até curto-circuitos no sistema elétrico dentro das paredes podem se manifestar, causando estragos ao cômodo e gerando desconforto e maiores custos de manutenção para os moradores no futuro. 

 

É importante citar também que a presença de fungos, por meio do bolor, pode ser extremamente prejudicial para pessoas que possuem doenças respiratórias, o que torna ainda pior o incômodo ao permanecer no espaço.

 

Desse modo, o recomendado é que antes da fase de obras um projeto de impermeabilização seja realizado e colocado em prática com materiais de qualidade, a fim de impedir essas manifestações e garantir maior qualidade de vida para quem frequenta os ambientes. 


Além disso, também destacamos a necessidade de realizar a manutenção preventiva desses locais para evitar possíveis dores de cabeça após alguns anos, mesmo que haja a certeza de que a impermeabilização tenha sido feita adequadamente.

Como a impermeabilização de áreas frias deve ser feita?

No geral, as áreas frias possuem diversos detalhes construtivos que fazem com que a impermeabilização precise ser específica e planejada detalhadamente. A utilização de materiais mais flexíveis e de reforços também é essencial nestes detalhes.

 

Chegada de ralos, tubulações e encontros de elementos estruturais exigem produtos de fácil aplicação, mas que também garantam desempenho adequado com relação às solicitações destes locais, impedindo o surgimento de manifestações patológicas por um longo período.

 

Quais são os materiais mais recomendados?

A MC-Bauchemie é uma multinacional alemã que conta com mais de 55 anos de experiência no segmento. Em todos esses anos, se dedicou a desenvolver e fornecer materiais completos que visam assegurar a proteção necessária para as áreas frias.

 

O MC-Proof DF 9 é uma membrana inovadora e comercializada pronta para a utilização a base de copolímeros.  Entre as vantagens desse produto, evidenciamos a alta flexibilidade, a rápida aplicação e a excelente aderência com as argamassas colantes AC II e AC III. Também não forma bolhas, por ser aberto à difusão de vapor, e não necessita de tela estruturante nos cantos e nos ralos, com exceção de encontros com drywall onde a movimentação é muito elevada.

 

Na MC, a sua construtora também terá todo o suporte técnico necessário, realizado por intermédio de colaboradores especializados, para que as melhores soluções em impermeabilização de áreas frias sejam encontradas


abs 123 abs 123 abs 123 abs 123 abs 123 abs 123 abs 123