MC-Bauchemie

Manifestações patológicas e prejuízos por falta de impermeabilização

Mar 26, 2017

Para a indústria, muitas vezes os termos manutenção e parada assustam, pois são associados as pausas de operação e até mesmo atrasos nos cronogramas de produção. Contudo, a manutenção, ao contrário do que pode parecer, é um investimento em prazos confiáveis e no bom funcionamento da planta. Faz parte dos processos manter tudo em ordem e prolongar o bom estado do local de trabalho.

 

Prevenir para não remediar

 

manutenção preventiva combina métodos de contenção de danos e deterioração temporal. Ou seja, periodicamente um profissional avaliará o estado do local e fará pequenos ajustes ou reparações antes que um problema maior ocorra.

 

Quando a manutenção preventiva é realizada?

 

Periodicamente, de acordo com os prazos estipulados em projeto e conforme instruções dos fabricantes. As datas podem ser diferentes para inspeções de estruturas e de maquinário, mas ambas precisam ser realizadas e devidamente registradas, para uma operação sem surpresas e para manter garantias e vida útil prolongada.

 

Em geral, as manutenções preventivas são mais frequentes e mais baratas, mas requerem disciplina e controle de todas as ações.

 

Se algo não está funcionando… o que fazer?

 

Se a manutenção preventiva está em dia e, ainda assim, há problemas nas estruturas de aço ou de concreto da unidade industrial, é hora de chamar um profissional especialista para corrigir a questão.

 

Em geral, quando pensamos em manutenção corretiva, no entanto, não são sugeridas medidas paliativas. O ideal é que as ações sejam assertivas, com materiais adequados ao uso e operação. Estas medidas devem gerar nova rotina de manutenção de forma a retomar o controle e proteção do local, que pode se tornar um gargalo da infraestrutura industrial caso não seja devidamente tratado.

 

Onde há fumaça

 

As estruturas industriais devem ser inspecionadas de forma 360º. Se há vazamentos de ácidos, desplacamentos ou vazamentos, cuidado. O perigo pode se estender a outras partes da planta e gerar prejuízos em diversos processos produtivos (afetando prazos, criando paradas não previstas e até prejuízos financeiros).

 

Desta forma, quando um profissional realizar vistorias em busca de diagnósticos de um setor, é importante ter uma visão holística e multidisciplinar dos sistemas, considerando diversos locais com agressividades diversas e interligadas, como por exemplo:

 

- Proteção Mecânica de Pisos(gera problemas de nivelamento e quebra de máquinas transportadoras);

- Proteção Química de Bacias de Contenção(vapores e soluções agressivas em tanques, lajes e pontes rolantes);

- Impermeabilização de Telhados(proteção de matérias primas e produtos acabados).

 

Uma manutenção não anula a outra

 

A manutenção preventiva e a manutenção corretiva não são concorrentes e sim aliadas. Elas são de grande importância para a segurança e produtividade da indústria. Um bom gestor certamente buscará ter as duas agendas em dia para garantir vida longa dos sistemas estruturais e consequentemente do ambiente de trabalho.

abs 123 abs 123 abs 123 abs 123 abs 123 abs 123 abs 123